O sistema de acionamento da embreagem é instalado em automóveis e engloba todos os componentes com que a potência é transferida do pedal para o mancal de liberação da embreagem para liberá-la. O curso do pedal é transferido mecanicamente (geralmente através da tração de um cabo) ou hidraulicamente. A SACHS fornece vários tipos de sistemas de acionamento de embreagem para carro de passeio.

Cilindro Escravo Concêntrico (CSC)


O cilindro escravo concêntrico (CSC) incorpora o mancal de liberação da embreagem e o cilindro escravo formando uma unidade integrada. Portanto, o garfo entre o mancal de liberação da embreagem e o cilindro escravo e os respectivos pontos de rolamento não são necessários. A montagem ocorre diretamente na transmissão.

Isso é vantajoso em comparação aos sistemas de liberação convencionais. As vibrações e emperramentos durante o acionamento são evitados pois o número de componentes mecânicos foi reduzido. O motorista se beneficia assim do máximo conforto ao dirigir.

O cilindro escravo concêntrico (CSC) deve ser substituído a cada reparo da embreagem para evitar sinais tardios de desgaste e, consequentemente, mais reparos.

Como os cilindros escravos concêntricos agora são instalados em fábrica em aproximadamente metade de todos os modelos de veículos, a SACHS também oferece kits de embreagem com CSC.

Cilindro Escravo Concêntrico (CSC)

Cilindro escravo concêntrico csc Cilindro Escravo Concêntrico (CSC)

Funcionamento de um sistema


O cilindro escravo concêntrico (CSC) (1) é montado diretamente na transmissão.

A embreagem com diafragma pode ser libertada da folga, isto é, o mancal de liberação gira constantemente enquanto a embreagem estiver girando. Uma pré-carga gerada pelo sistema de acionamento garante que a embreagem e o anel de encosto do mancal de liberação estejam girando com a mesma velocidade. As diferenças de velocidades gerariam ruídos e aumentariam o desgaste.

Os mancais de liberação são autocentrantes (podem ser ajustados radialmente em aproximadamente 1,5 mm) para compensar as tolerâncias entre o diafragma e a superfície de encosto do mancal de liberação da embreagem. Eles se ajustam centralmente em relação às abas do diafragma automaticamente durante os primeiros acionamentos da embreagem.

Os mancal de liberação da embreagem CSC são usados quando o espaço de instalação não é grande o suficiente para um sistema de acionamento da embreagem convencional.

Cilindro escravo concêntrico (CSC)

Cilindros mestre e escravo


O sistema de acionamento da embreagem transfere a pressão que o motorista exerce sobre o pedal para a embreagem para desacioná-la. Ela precisa garantir uma confiabilidade absoluta, atender exigências ergonômicas e fornecer um alto nível de conforto por toda sua vida útil. O sistema de acionamento inclui o percurso da transmissão hidráulica com os cilindros mestre e escravo assim como a parte mecânica com o mancal de liberação da embreagem e a alavanca.

Cilindro mestre (esquerdo) e cilindro escravo (direito) SACHS

Cilindros mestre e escravo Cilindro mestre (esquerdo) e cilindro escravo (direito) SACHS

Funcionamento do cilindro mestre/escravo


O acionamento da embreagem é transferido hidraulicamente em sistemas equipados com um cilindro mestre/escravo. O movimento do pedal é transferido para um cilindro hidráulico (1, mestre) localizado diretamente abaixo do pedal. Em um sistema fechado, o cilindro gera pressão hidráulica que é absorvida pelo cilindro escravo (3) por meio de um conjunto de mangueiras (2).

Para garantir o funcionamento ideal, é possível sangrar o sistema de acionamento da embreagem.

Cilindro mestre/escravo convencional

Cabos de embreagem de alta qualidade SACHS


Com os cabos de embreagem de alta qualidade, a SACHS abastece o mercado automobilístico europeu quase integralmente. Os cabos de embreagem são submetidos a altas tensões mecânicas. As primeiras indicações de desgaste são maior esforço físico e ruídos durante o acionamento da embreagem ou o deslizamento e o emperramento da embreagem.

Cabos de embreagem SACHS

Cabos de embreagem SACHS Cabos de embreagem SACHS

Funcionamento do sistema de acionamento


O acionamento da embreagem é transferido unicamente mecanicamente por meio dos cabos de embreagem. O movimento do pedal é transferido a um cabo de aço (1), do garfo (2) e do mancal de liberação da embreagem (3) para que a embreagem seja acionada. As áreas destacadas mostram as zonas de desgaste na embreagem.

Sistema de acionamento da embreagem com controle por cabo